terça-feira, 15 de setembro de 2009

Espelho, espelho meu...


O que é preciso para uma pessoa se fazer entender pelo seu cabeleireiro? Meu Deus! A palavra é difícil de se escrever. Tem vogal demais.
Mas enfim, quais serão as palavras corretas para se comunicar a um “hair stylist”(vou usar esse em inglês, que é mais fashion) o nosso desejo , de um jeito que ele entenda e tente, pelo menos tente, fazer das nossas madeixas uma moldura que se encaixe bem no quadro fisionômico, que complete a gestalt, que harmonize e, last but not least(caraca, tô muito “Saia Justa” hoje),que nos agrade?
Bom, não sei quanto a vocês, caros e parcos leitores (parcos, porém exigentes e nobres), mas no meu caso é cem por cento batata, como diria Nelson Rodrigues. Basta eu estar gostando do cabelo e do profissional, para ele destruir as reputações, a dele e a minha.
Eu estava passando por um período de graça eterna, aquelas fases em que o espelho se torna um aliado, um gentil companheiro e, mesmo às seis da manhã, reflete um rosto simpático, jovial(não riam), moderno. Mas o cabelo estava um pouco comprido demais na parte de trás, e precisava de um pequeno retoque dos lados. Meu rosto é muito...como direi?...muito anguloso(é a tal da beleza exótica do outro texto) (http://ideiasbanais.blogspot.com/2008/10/feia.html#links) e queria fazer essas pequenas correções. Aproveitei a ida ao salão (lugar adorável! –isso é ironia)para fazer as raízes e pedi, com delicadeza, juro:” estava querendo dar uma aparadinha, aqui atrás cresceu muito”. A moça tinha feito dois cortes anteriores e estava acertando todas. Não vi nenhum perigo maior.
Ela sacou sua “navalhete”, me virou de costas pro espellho, me enfiou uma “Caras”(ou “Quem”, “Quando”, “Onde”, sei lá)nas mãos e começou a obra de destruição. O pior é que começou por cima, então não tinha nem jeito de eu dizer: “Meeeeeenos, por favor!”.
É lógico que ela sabe que eu estou de olho em alguém. É lógico que foi só pra me derrubar. E eu, impotente, ainda tive que dizer: ” estou feliz, gostei muito, tá óóóóóóóótimo!”
Imagina se reclamo. Da próxima vez ela me corta as orelhas, ou desvenda minhas entradas. Paguei, dei gorjeta, beijinho beijinho...
Agora é esperar umas duas semanas pra me entender de novo com o espelho.
Até lá, vou ouvindo os comentários: “Cortou de novo o cabelo?”(Não, fiz bainha.) "Mas ficou bom, amigaaa"(cara de pena).” Está interessante...” Ai!!!

3 comentários:

Sophia disse...

Como diria o Marcos BOnfim, bonfat, seilá (aquele cara do RockGol), "eu discordo com veemência, ponto de exclamação".
Você está arrasando e ponto.
e não é beleza exótica não.
é LINDA mesmo (e você sabe que eu não minto nem pra puxar o saco da sogra... rss)

terezinha disse...

Muito bom, muito real! Você não tem que se preocupar, pois é muito gata, tem um rosto muito expressivo, muito linda. Isso é o que interessa. Sou só sua amiga.

CHRISTINA MONTENEGRO disse...

A-CA-BEI de passar por isso; meu cabelo está parecendo um capacete de moto...
Vai levar um pouco mais do que 2 semanas para ele ficar "cortável" de novo...
Dei beijinho e gorgeta, também; num sô lôca!...
BJS!